Prefeitura de Arujá
Saúde investe R$ 19,7 milhões de maio a agosto
16-09-2014
A Secretaria de Saúde de Arujá investiu em ações e programas R$ 19.781.268,15 entre maio e agosto, superando, no período, a aplicação mínima de 15% (R$ 7.280.138,60) exigida pela Lei de Responsabilidade Fiscal. No total, os recursos utilizados representam 40% do orçamento municipal nos quatro meses. No acumulado do ano, até o oitavo mês, o valor é de R$ 34.403.335,85 (31%).

Os dados foram apresentados pela Secretaria de Saúde nesta segunda-feira, 15 de setembro, na Câmara Municipal, em audiência pública de prestação de contas do segundo quadrimestre do ano. Incluídos os recursos dos governos estadual e federal (R$ 5.601.580,95), a despesa total da Saúde entre maio e agosto foi de R$ 25.382.849,10.

Parte dos investimentos na área representa a implantação de dois novos serviços: o atendimento domiciliar e o Programa Antitabagismo. Implantando em maio, o primeiro foi responsável pelo atendimento a 276 arujaenses acamados. Com 748 ações no total, o serviço garantiu atendimento em casa para 71 pessoas em maio, 68 em junho, 67 em julho e 70 em agosto.

“É um programa muito importante porque possibilita atendimento médico para quem não pode ir até a unidade de saúde e conta com recursos do governo federal”, afirmou a secretária Clarinda Carneiro.

Já o Programa Antitabagismo tem como objetivo reduzir o número de fumantes na cidade, oferecendo meios para quem deseja livrar-se do hábito, mas tem dificuldade. Ele é realizado em três etapas que incluem reuniões semanais às terças-feiras, das 13 às 14 horas e das 14 às 15 horas, no Centro de Saúde II, no Centro, durante um mês; dois encontros quinzenais e doze meses de acompanhamento com uma reunião mensal.

O Programa Antitabagismo conta com equipe multidisciplinar formada por psicólogo, assistente social, enfermeiro e médico e possibilita o uso de medicamentos, se houver necessidade. Para participar, é necessário ao arujaense se o cadastrar no Centro de Atenção Psicossocial (CAPS), na Rua Vanderlei Nasser do Prado nº 114, no Center Ville.

Atendimento

A Secretaria também detalhou os atendimentos realizados no segundo quadrimestre do ano. Nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), foram 64.940: 16.996 no Parque Rodrigo Barreto; 6.571 no Jardim Emília; 8.880 no Mirante; 8.598 no Nova Arujá; 4.865 no Jardim Real e 19.030 no Centro de Saúde II.
Juntos, os Prontos Atendimentos (PAs) Central e Barreto realizaram 58.203 atendimentos, a maioria (37.499) na unidade do Centro.

A Maternidade Municipal registrou 334 partos durante o quadrimestre, sendo 91 em maio, 75 em junho, 90 em julho e 78 em agosto.

Implantado na cidade em abril de 2013, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) realizou 1.155 atendimentos de maio a agosto. São 4.193 desde que começou a operar.
Já durante a campanha de vacinação contra a gripe, entre 26 de abril e 29 de agosto, a Secretaria de Saúde imunizou 13.729 pessoas.

Vigilância

Outro ponto apresentado foi o trabalho de combate à dengue do Departamento de Controle de Vetores. A Operação Bairro Limpo recolheu 4.950 quilos de materiais inservíveis e as visitas residenciais com o objetivo de eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti atingiram 11.895 domicílios do município.
Veja também