Prefeitura de Arujá
Programa ESF cadastrou 30,8 mil pessoas
28-05-2015
As equipes do programa Estratégia Saúde da Família (ESF) cadastraram 30.879 pessoas em Arujá. A informação foi passada pela Secretaria Municipal de Saúde nesta quinta-feira (28/05), na Câmara de vereadores, durante audiência pública para prestação de contas do 1º quadrimestre do ano. O programa foi lançado em dezembro de 2014.

O número representa a cobertura de 66% da população existente nas regiões das quatro Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) para as quais os 56 agentes comunitários contratados pela administração no ano passado foram designados.Ao todo foram cadastradas 13.940 pessoas no Barreto, 7.779 no Mirante, 5.179 no Jardim Emília e 3.981 no Jardim Real.

“A implantação do programa nas áreas de atuação está sendo extremamente positiva”, disse a secretária municipal de Saúde, Clarinda Carneiro.Lançada em 10 de dezembro de 2014 no município, a ESF é o modelo adotado pelo Ministério da Saúde para reorganizar o atendimento básico a partir da realidade local de cada região atendida. Em Arujá, 11 equipes foram capacitadas antes de iniciar o trabalho nos bairros. Cada uma conta com médico, enfermeiro, auxiliar de enfermagem e cinco agentes comunitários de saúde, cuja responsabilidade, entre outras, é e cadastrar e manter atualizadas as informações de todas as pessoas que residem em suas áreas de atuação.

Atendimento médicoDurante a audiência pública, vereadores questionaram a secretária de Saúde sobre dois pontos referentes à atuação dos médicos que trabalham nos Prontos Atendimentos (PA’s) do Centro e do Parque Rodrigo Barreto, ambos administrados pelo Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim (Cejam): o atraso em relação à hora de entrada e o não cumprimento da carga horária.

Em resposta, a secretária informou que é realizado um monitoramento diário e os atrasos geram descontos nos vencimentos dos médicos. Além disso, relatórios são produzidos todos os dias e entregues à administradora. Sobre o cumprimento da carga horária dos profissionais, ela se comprometeu a cobrar as devidas providências junto à Cejam.

Lei

A audiência pública quadrimestral de prestação de contas da Saúde atende à Lei Federal 141/2013, que dispõe sobre os valores mínimos a serem aplicados e estabelece as normas de fiscalização, avaliação e controle das despesas com a área.Participaram da audiência, além da equipe da Secretaria, o vice-prefeito de Arujá, Luiz Alves, as adjuntas da Pasta, Mirian Miletti e Vera Lucia Montoani Lobo, além dos vereadores Rogério Gonçalves, Renato Bispo Caroba e Wilson Ferreira da Silva.
__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter


Veja também