Prefeitura de Arujá
Arujá realiza Conferência Municipal de Saúde
19-06-2015
Arujá realizou nesta sexta-feira (19/06) a 5ª Conferência Municipal de Saúde, na Câmara de vereadores. As propostas aprovadas durante o evento serão encaminhadas à Conferência Regional, em 16 e 17 de julho, na cidade de Guarulhos. Os delegados que representarão o município também foram eleitos nesta sexta-feira.

Promovida pelo Conselho Municipal de Saúde e Secretaria de Saúde Arujá, a Conferência é o instrumento que garante a participação da sociedade civil na criação de diretrizes, implantação de novos planos e avaliação do sistema atual. Passando pelas esferas municipais, regionais e estaduais, as propostas estabelecidas em todo o País serão discutidas na etapa nacional da Conferência, em Brasília (DF).

A Conferência arujaense teve início à tarde com a leitura e a aprovação do regimento e a apresentação de dados referentes ao município. A secretária de Saúde de Arujá, Clarinda Carneiro, e a presidente do Conselho Municipal de Saúde, Mirian Miletti, abriram o evento falando sobre a importância da iniciativa e da participação popular nas discussões.

Na sequência, a gestora do Departamento de Articulação de Redes de Atenção à Saúde da Secretaria de Saúde de Guarulhos, Eneida da Silva Bernardo, fez uma palestra a partir do tema e dos eixos da Conferência em âmbito nacional: “Saúde pública de qualidade para cuidar bem das pessoas: direito do povo brasileiro”.

Por mais de uma hora, ela abordou diversos aspectos referentes à área da saúde, como a necessidade de fortalecimento da rede básica, a garantia do acesso da população a serviços de qualidade e de forma igualitária e o investimento no Sistema Único de Saúde (SUS).

“O município, por lei, deve investir 15% em saúde, mas há anos as Prefeituras aumentaram seu o financiamento. Geralmente, destinam 22%. Não dá mais para só as cidades ampliarem. O Estado e a União repassam o mínimo constitucional e isso precisa ser revisto ou os municípios não vão aguentar, até porque têm outras áreas para receber investimentos também”, disse.

Propostas

As propostas da Conferência Municipal de Saúde foram elaboradas por quatro grupos de trabalho, cada um responsável por dois eixos temáticos: direito à saúde, garantia de acesso e atenção de qualidade; participação social e reformas democráticas e populares do Estado; valorização do trabalho e da educação em saúde e informação, educação e política de comunicação do SUS; financiamento do SUS, relação público alvo e ciência, tecnologia e inovação no Sistema Único de Saúde.

No evento também foram eleitos os delegados que vão representar Arujá e levar as propostas da cidade à fase regional. A Conferência ainda terá as etapas estadual, entre 16 de julho e 30 de setembro, e nacional, que será de 23 a 26 de novembro de 2015.

Conferência Municipal de Saúde:

Principais propostas

•    Construção de um hospital regional em Arujá
•    Construção de um Centro de Controle de Zoonoses
•    Formação de conselhos gestores nas unidades de saúde
•    Aprovação do projeto Saúde + 10 (Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública)
•    Integração com Judiciário e Legislativo sobre a administração da saúde pública local

Delegados eleitos

•    Usuários titulares
José Pedro Melo Pinheiro
Eloisa Maria Santos

•    Usuários suplentes
Adriana de Oliveira
Reinilde de Oliveira Lima

•    Trabalhador titular
Patrícia Elias do Prado

•    Trabalhador suplente
Benedito Souza Ferreira

•    Gestor titular
Cid Roberto Cury

•    Gestor suplente
Mirian Tereza Miletti

__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter


Veja também