Prefeitura de Arujá
Plano de Cultura é discutido em audiência
28-03-2013

A Secretaria de Cultura de Arujá realizou na noite de terça-feira, no plenário da Câmara Municipal, audiência pública para a discussão do Plano Municipal de Cultura, que será criado pela administração a fim de estabelecer diretrizes para as políticas públicas culturais da cidade.

O encontro, que contou com a apresentação de um grupo formado por alunos, ex-alunos e professores da Escola Livre de Música, foi prestigiado por representantes de diversos segmentos culturais, do poder público e do Legislativo, bem como membros do Conselho Municipal de Cultura.

Conforme explicou a secretária municipal de Cultura, Bernadete Lucena, a audiência teve por objetivo a discussão de propostas, metas e estratégias para a elaboração do Plano, que norteará a médio e longo prazo as ações a serem desenvolvidas no âmbito cultural.

“Faremos esse Plano de forma democrática, ouvindo o que cada um tem a acrescentar e buscando atender aos anseios de cada segmento. Por isso a participação de todos é imprescindível, pois é a partir dela que tomaremos conhecimento do que cada um espera da Cultura”, disse Bernadete.

Depois de concluído, o Plano passará pela apreciação dos vereadores e, sendo aprovado, será elaborado o projeto de lei regulamentando sua criação, o que atende ao termo de cooperação federativa e permite que Arujá passe a integrar o Sistema Nacional de Cultura.

Propostas
Todos os presentes à audiência puderam se manifestar apresentando propostas, críticas e sugestões relacionadas à Cultura. Parte dos que se pronunciaram pediu novos espaços para a realização dos trabalhos artísticos, abertura de mais vagas para os cursos culturais, descentralização das atividades e novos equipamentos musicais.

A valorização dos artistas locais, bem como a melhoria da estrutura logística oferecida a eles, também esteve em debate. Os participantes ainda lembraram a necessidade de se fazer um mapeamento da produção cultural da cidade e a importância da construção de um centro cultural permanente, que abrigue as mais diversas manifestações de cultura.

Os vereadores Gabriel dos Santos, Renato Caroba, Wilson Ferreira, Rogério Gonçalves, Júlio Taikan e Edvaldo de Oliveira (Castelo Alemão) também fizeram uso da palavra, apresentaram suas opiniões e destacaram que o Legislativo acolherá, de imediato, todo e qualquer projeto que beneficie a Cultura de Arujá.

Veja também