Prefeitura de Arujá
Arujá recicla 60 toneladas mensais
24-06-2016
Por mês, a cidade de Arujá recicla 60 toneladas de resíduos. O número é resultado do programa de reciclagem da Prefeitura, realizado por meio da coleta seletiva nos bairros, e das ações promovidas em parceria com a Cooperativa de Reciclagem de Arujá (CORA).

O balanço foi divulgado nesta sexta-feira (24/06) pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, cuja equipe técnica realizou, durante a semana, palestras nas Escolas Municipais Bairro da Penhinha, na Penhinha, e Professor Amadeu de Angelis, no Arujamérica, além da distribuição de materiais informativos e de conscientização ambiental na feira livre do Centro.

De acordo com o secretário de Meio Ambiente, Leonardo Godoy, a ideia é elevar a quantidade reciclada na cidade, que atualmente corresponde a 3% do total de resíduos produzido pela população.

“Três por cento é um número pequeno, mas que comparado com outras cidades, coloca Arujá entre os municípios que mais reciclam na região. Temos uma meta de aumentar essa porcentagem para 8%, no prazo de um ano. Para isso, estamos melhorando o galpão da cooperativa, com equipamentos que já estão adquiridos, e intensificando as campanhas de conscientização”, afirma.

Ainda de acordo com o secretário, “faltam apenas alguns ajustes na capacidade do transformador de energia para o funcionamento dos novos equipamentos do galpão de reciclagem. O pedido para o serviço já foi feito e a operação por si só já possibilitará aumento na coleta e reciclagem”, conclui.

Dia Municipal da Reciclagem

Todas as ações realizadas na semana são alusivas ao Dia Municipal da Reciclagem, comemorado em 20 de junho. Nesta sexta, quem passou pela feira livre da Rua Maranhão, no Centro, recebeu materiais de conscientização e educação ambiental, bem como folhetos contendo o cronograma da coleta seletiva nos bairros, medida que foi aprovada pela dona de casa Cecília Carvalho, do Jardim Fazenda Rincão.

“Separo lixo há mais ou menos um ano, desde que o caminhão começou a passar na minha rua. Na verdade, já fazia isso antes, mas o que era separado acabava indo para o caminhão de lixo comum. Acho a reciclagem uma medida muito importante pelo aspecto ambiental, e também porque gera empregos”.

Atualmente, todo o resíduo selecionado vai para a CORA por meio de dois caminhões, um da Prefeitura e outro de concessionária terceirizada.

“Lá, nossos 21 cooperados fazem a separação, o enfardamento e a comercialização daquele material. Infelizmente, muita gente recolhe o material individualmente e não dá uma destinação correta, motivo pelo qual pedimos que a população procure sempre separar os resíduos para a coleta pelos caminhões que fazem este serviço”, diz a presidente da CORA, Bruna Cristina Cavalcante de Barros.

Isopor

Durante a ação desta sexta, a equipe também incentivou a reciclagem do poliestireno expandido (EPS), mais conhecido como isopor. Isso porque Arujá é a única cidade da região a contar com uma máquina que reduz o volume deste material, que servirá para a produção de réguas, rodapés de construção civil e molduras de quadros, entre outros produtos.

Assim como todo material reciclável, o isopor precisa estar limpo e seco para ser descartado.

Serviço


A coleta seletiva é realizada de segunda a sábado, em Arujá. O cronograma pode ser consultado no site www.aruja.sp.gov.br, na página da Secretaria de Meio Ambiente.

A Pasta fica na Avenida Benedito Manoel dos Santos, nº 369, Jardim Fazenda Rincão, e o telefone para outras informações é o 4652 1623.

Já a CORA está localizada na Avenida Londres, 240, no Centro Industrial. O telefone é o 4653 – 3310.
__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter

 
Veja também