Prefeitura de Arujá
Arujá recebe visita da Cidoso
11-11-2016
O Centro Dia do Idoso (CDI) de Arujá recebeu a visita dos deputados federais Roberto de Lucena (PV-SP) e Leandre Dal Ponte (PV-PR) na tarde desta sexta-feira (11/11), em missão oficial da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cidoso), da Câmara Federal.

Os parlamentares, que compõem a presidência da comissão, foram ao CDI para conhecer o serviço prestado pela unidade da Secretaria Municipal de Assistência Social aos idosos arujaenses. Eles foram recepcionados pela secretária da Pasta, Maria Luzia Bortone Salles Couto, e pelo prefeito eleito de Arujá, José Luiz Monteiro.

Agradecendo a presença dos deputados, a secretária apresentou as ações do setor, que atende a população em situação de vulnerabilidade por meio de diversos programas, como o Renda Mínima e a Frente de Trabalho. Ela também abordou a parceria do CDI com o Centro de Convivência do Idoso e a solidária e eficiente participação dos voluntários no trabalho com os idosos.

“Quero que todos que estão envolvidos com a causa do idoso se sintam acolhidos. O sucesso do nosso trabalho se deve principalmente ao apoio dos voluntários, resgatando a história dessas pessoas e proporcionando lazer”, afirmou Maria Luzia, lembrando também do importante trabalho da ex-presidente da Comissão Municipal do Idoso, Ana Cristina Poli, e da atual, Regina Miranda Grubba, presentes na solenidade.

Outras autoridades compareceram ao encontro, como o secretário executivo da Cidoso, Marcos Vasconcelos, o diretor regional de Desenvolvimento e Assistência Social (DRADS), José Resende, o servidor da Secretaria de Obras, Juvenal Penteado, e o vereador Julio Taikan Yokoyama, o Julio do Kaikan.

Presidente da Cidoso, Roberto de Lucena elogiou o trabalho desenvolvido pela Assistência Social de Arujá e disse que a comissão é uma instituição nova e permanente da Câmara Federal que tem o objetivo de defender os direitos dos idosos, ação que era secundária no legislativo.

“Viemos aqui conhecer o trabalho de vocês e ouvi-los. Não são leis que estão faltando no Brasil, mas sim políticas públicas capazes de fazerem as leis funcionarem”, disse o deputado, acrescentando a expectativa de vida no País está aumentando e são necessárias ações e diretrizes para que as pessoas envelheçam com qualidade de vida.

A deputada Leandre Dal Ponte, vice-presidente da comissão, também abordou a questão da responsabilidade da política para com os idosos: “O nosso desafio é fazer com que as pessoas que estão envelhecendo não dependam dos aparelhos do Estado, mas sejam autônomas”. Ela disse que pretende voltar a Arujá para ver a evolução do trabalho com os idosos.

Apresentação de dança

Coordenados pelo professor de dança Luiz Farias, os participantes do Centro de Convivência do Idoso mostraram potencial ao dançarem duas músicas durante o evento.

Cidoso

A Comissão de Defesa dos Direitos de Pessoa Idosa foi criada este ano com a finalidade de apresentar leis ao Executivo que garantam a qualidade de vida da população idosa brasileira, na criação de políticas públicas que funcionem na prática.
__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter



Veja também