Prefeitura de Arujá
Biblioteca apresenta Romeu e Julieta
23-11-2016
Alunos da Escola Estadual Esli Garcia Diniz interpretam nesta sexta-feira (15/11), às 19h30, a peça "Romeu e Julieta", na Biblioteca Municipal Alda Martins Soncini. Com direção de Gabriel da Silva Seibel, instrutor voluntário do projeto do Comitê para a Democratização da Informática (CDI), o espetáculo é uma adaptação do clássico escrito pelo escritor e dramaturgo britânico William Shakespeare.

Os interessados em assistir à apresentação devem retirar com antecedência o ingresso na Biblioteca, que fica na Rua São Paulo, 110, Jardim Planalto, e funciona das 8 horas às 16h30. Distribuídos gratuitamente por ordem de chegada, os ingressos são limitados. A classificação indicativa da peça é livre.

A iniciativa da unidade da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo tem a finalidade de atrair o público para participar de outras atividades culturais além da leitura. Além disso, a abertura do espaço concede a oportunidade de os estudantes se desenvolverem intelectualmente e artisticamente, e da população ter acesso ao teatro.

Outras informações podem ser obtidas no telefone 4653 4042.

Regulamentado pelo Decreto 6.633, de 21 de junho de 2016, o programa prevê que os arujaenses atendam a diversos critérios para serem beneficiados pelo serviço, entre os quais o fato de o imóvel ter boas condições de estrutura, vedação, cobertura e instalações elétricas e hidráulicas.

Para participar, os proprietários das casas também precisam procurar um profissional da área de engenharia, que ficará responsável por entrar com o pedido de legalização no sistema informatizado "Projetos Web", da Secretaria de Obras.

Além disso, é necessário juntar documentos de identificação do imóvel, como cópias do RG do interessado; comprovante de endereço emitido nos últimos seis meses; matrícula, escritura ou contrato de compra e venda com cadeia nominal; página de identificação do imóvel no carnê do IPTU de 2016; duas contas de energia elétrica ou água ou telefone, uma atual e outra emitida há mais de 180 dias, além de fotos de fachadas lateral, frontal e posterior da construção, entre outros.

Edificações destinadas aos usos comercial, de serviços, institucional ou industrial demandam ainda outros documentos, como o alvará da Companhia Ambiental de São Paulo (Cetesb) e o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). A lista completa pode ser conferida no Decreto, disponível no site da Prefeitura de Arujá, na internet.

Depois de encontrado um profissional de engenharia e protocolados os documentos, o processo de regularização é analisado e, estando de acordo, tem o lançamento do Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISS) referente à construção civil, que pode ser parcelado em até 12 meses, encerrando a entrega física da documentação necessária na Secretaria de Obras.

Balanço

De acordo com balanço da Secretaria de Obras, atualmente há 165 projetos de regularização aguardando análise, 19 sendo analisados, três estão pré-aprovados e dependendo de documentações e quatro aprovados, além de outros que foram remetidos com questionamentos aos profissionais e devem ser respondidos nos próximos dias.

Projetos WEB

A ferramenta Projetos WEB pode ser acessada pelo site da Prefeitura, no link http://migre.me/ue2kF.

__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter

Veja também