Prefeitura de Arujá
1ª dama expõe objetivos do Fundo Social
15-02-2017
Após completar um pouco mais de um mês na presidência do Fundo Social de Solidariedade de Arujá, a primeira dama Silmara Andalaft Fialho falou um pouco sobre as novidades da entidade e destacou que a medida inicial adotada este ano foi dobrar o número de vagas para os cursos oferecidos à população.

De acordo com ela, a expectativa é que parcerias com as Secretarias Municipais e com organizações privadas e sociais sejam firmadas para mais oficinas serem abertas e reativadas no decorrer dos próximos meses, como os cursos de cabeleireiro e de corte e costura.

"Está tendo muita procura. Tem muita gente na fila de espera por novas vagas, inclusive homens interessados em nossos cursos, já são 16 inscritos e que estão participando, algo inédito aqui no Fundo Social", disse.

Em janeiro, por exemplo, as 80 vagas abertas para os cursos culinários de doceria e de salgados e massas foram preenchidas em um único dia. O momento de recessão econômica e de altos índices de desemprego no País reflete a iniciativa das pessoas que estão procurando qualificação e novas oportunidades no mercado de trabalho.

O objetivo da entidade, explica Silmara, é ampliar os serviços em favor da sociedade arujaense. "Vamos tentar alavancar os trabalhos realizados pelo Fundo Social, que já têm ajudado muitas pessoas, com relação aos cursos que deram a possibilidade de uma inserção no mercado de trabalho", afirmou a primeira dama.

Silmara também garantiu que o Fundo Social continuará com as campanhas de doação de cestas básicas e de cobertores no período de inverno, assim como as doações de peças de roupas à Associação para Crianças e Adolescentes com Câncer (Tucca). Só no ano passado, foram doadas 400 peças confeccionadas pelas alunas das oficinas.

 Ela ainda informou que pretende fazer parcerias para implantar o programa de acuidade visual para crianças da pré-escola.

Compromisso

Médica ginecologista há 27 anos, Silmara relata que assumiu a presidência do Fundo Social sabendo dos muitos desafios que encontraria, mas que vai trabalhar com afinco para desenvolver e expandir os projetos da entidade.

"O cargo exige muitas atribuições, mas vou tentar fazer o possível, colaborar com meu serviço para ajudar as pessoas. Farei o máximo que eu puder", concluiu.

Oficinas de Tricô e Crochê

No momento, o Fundo Social está com vagas abertas para voluntárias e aprendizes que queiram participar das oficinas de tricô e crochê. As peças confeccionadas serão doadas para jovens do instituto Tucca. 

Para se inscrever, basta apresentar uma cópia simples do RG na Rua Rodrigues Alves, nº 154, no Centro, sede da entidade.

Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 4651 4097.​

__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter



Veja também