Prefeitura de Arujá
Serviços de combate à dengue são intensificados
01-03-2017
Em razão do período de calor intenso e excesso de chuvas, a Secretaria Municipal de Saúde tem intensificado os serviços de combate ao mosquito Aedes aegypti que, além de dengue, transmite os vírus da chikungunya e zika. A população também pode colaborar adotando medidas simples como vistoriar quintais e manter baldes, tambores e demais recipientes bem tampados.

De acordo com dados divulgados pela Pasta, só em janeiro foram realizadas 2.439 visitas em residências de diversos pontos da cidade. Entre os serviços executados nas casas estão as ações de bloqueio e as visitas de rotina dos agentes de saúde, caracterizadas por vistorias e orientações sobre o mosquito, as doenças e as formas de prevenir a formação de criadouros.

O monitoramento em empresas, comércios e imóveis públicos é outra ação que faz parte da campanha de combate à dengue no município.

Arujá possui atualmente 48 locais que são constantemente monitorados, sendo 36 deles considerados como pontos estratégicos por possuírem grande risco de proliferação de criadouros. Outros 12 espaços são acompanhados em regime especial por concentrar um grande fluxo de pessoas.

As ações também abrangem coleta de pneus e instalações de telas em caixas d'água. Em janeiro, foram colocadas 246 telas e recolhidos quatro mil pneus.

Além disso, a operação Bairro Limpo, realizada semanalmente pelos agentes do Departamento de Controle de Vetores, retirou de diversos bairros mais de quatro toneladas de objetos em desuso, evitando a proliferação do Aedes, uma vez que este tipo de material é passível ao acúmulo de água parada.

Em relação às denúncias feitas ao Disque-Dengue no último mês, foram 183 solicitações apresentadas pela população. Todos os pedidos foram atendidos pela equipe de saúde responsável pelo trabalho de combate à dengue.

Sintomas

Febre alta entre 39º e 40º graus, que inicia rapidamente e tem duração de dois a sete dias, assim como dores de cabeça, no corpo e nas articulações, além de fraqueza, dor atrás dos olhos, coceira na pele, náuseas e vômitos são alguns dos sintomas de dengue.

Quem tiver estes sintomas deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) o mais rápido possível.

Prevenção

Para evitar a reprodução do Aedes aegypti é importante que a população redobre os cuidados: cobrir ou descartar adequadamente objetos que possam acumular água são algumas das medidas recomendadas.

Outras iniciativas importantes são manter a caixa d'água bem fechada e preencher com areia as bordas dos pratinhos dos vasos de plantas. Para aqueles que possuem piscina, a orientação é mantê-la com produtos como o cloro, que elimina micro-organismos, e cobri-la, sempre que possível.

A Secretaria da Saúde alerta ainda que tão importante quanto evitar a proliferação do Aedes aegypti é receber em casa as equipes de combate à dengue.

Denúncias de possíveis focos podem ser feitas pelo telefone 0800 778 8882, o Disque-Dengue.

__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com
Facebook | Twitter


Veja também