Prefeitura de Arujá

Integração e cartão BOM trarão economia e comodidade para usuários de ônibus municipais
05-06-2012
A partir do dia 8 de junho, aniversário de Arujá, entra em operação no município o Sistema Integrado de Ônibus Urbano, que trará economia e comodidade para o arujaense. A partir dessa data, todos os veículos que servem as linhas municipais também passam a aceitar os cartões eletrônicos BOM. Com eles, o usuário poderá fazer a integração para qualquer ponto da cidade no prazo de 60 minutos, pagando apenas uma passagem.
A apresentação do novo sistema foi feita nesta quarta-feira, na sede da Secretaria Municipal de Cultura, pelo representante da empresa responsável pela administração dos cartões BOM, Roberto Sganzerla; pelo diretor Executivo da Viação Arujá, Walter Godoy Bueno; e pelo diretor presidente da Viação Arujá, José Roberto Iasbek Felício. Participaram do encontro empresários, comerciantes, representantes da administração municipal e vereadores.
Sganzerla explicou que Arujá é o primeiro município da região metropolitana a adotar a família de cartões BOM, com o benefício da integração por tempo: A partir do dia 8 de junho, os cartões, que já são muito utilizados pelos arujaenses que usam as linhas intermunicipais, passam a beneficiar também os usuários das linhas municipais, garantindo mais comodidade e economia para todos.
Ele explicou que, além dos cartões já existentes, direcionados para públicos específicos, como os trabalhadores, os idosos, as empresas e os estudantes que frequentam escolas fora da cidade, a empresa criou dois cartões exclusivos para a cidade. Trata-se do cartão BOM Municipal Escolar, para alunos que estudam em Arujá, e o BOM Municipal Especial, para pessoas com deficiência.
Mais economia
O diretor Executivo da Viação Arujá foi quem deu os detalhes da integração por tempo, que vai possibilitar uma economia de pelo menos 50% nos gastos do usuário com o transporte público na cidade. Walter Bueno explicou que, a partir da implantação do sistema, a integração poderá ocorrer em qualquer ponto comum ao itinerário das linhas, em até 60 minutos após o registro da passagem pelo 1º validador instalado nos ônibus.
Sendo assim, quem vem do bairro São Domingos, por exemplo, pode viajar até o centro da cidade, descer na estação rodoviária ou em qualquer outro ponto e tomar outra condução com destino ao Centro Industrial. Se isso acontecer no prazo máximo de uma hora as duas viagens custarão o preço de apenas uma.
Walter salientou, no entanto, que a integração só valerá para as viagens no mesmo sentido. Ou seja, quando o cidadão sair do seu bairro ele só terá o benefício se a segunda linha que ele utilizar também seguir no sentido de ida. O mesmo vale para quando ele estiver retornando para casa.
Mais emprego
O diretor-presidente da Viação Arujá, por sua vez, lembrou que foi a Prefeitura quem solicitou à empresa que encontrasse uma fórmula para facilitar o acesso das pessoas ao transporte coletivo e, principalmente, de baratear os custos para o trabalhador e para o empresário: Após várias reuniões com as equipes da administração municipal apresentamos o projeto do sistema que atende esses objetivos, explicou José Roberto Felício.
Levantamentos da Viação Arujá e da Prefeitura mostram que muitas empresas preferem não contratar moradores de bairros mais distantes porque eles teriam de pagar duas passagens na ida e duas na volta, o que encarece os custos da empresa: Agora, com o sistema, esse problema não existirá mais.
Ao final do encontro, o prefeito Abel Larini confirmou a informação e ressaltou que nos últimos três anos e meio a administração municipal investiu na melhoria das ruas e avenidas da cidade e hoje Arujá tem 100% dos seus corredores de ônibus asfaltados.
Além disso, por exigência da Prefeitura, a empresa renovou toda a frota de ônibus: Depois desses benefícios, faltava diminuir os custos. Com o novo sistema, os cidadãos de Arujá seguramente vão ganhar muito, concluiu o prefeito.
Veja também