Prefeitura de Arujá
ELM encerra programação especial
07-07-2017
Quatorze apresentações de crianças e adolescentes fecharam com chave de ouro a programação especial preparada pela Escola Livre de Música (ELM) Edmundo Ramos Barbosa para o fim do semestre e o aniversário de Arujá, comemorado em junho. As atrações, de coro e musicalização infantil, lotaram o auditório da unidade na noite de quinta-feira (06/07).

As turmas de coro do professor Rodrigo Lopes foram as primeiras a ficar diante do público. Cantaram 11 canções e fizeram uma viagem com escalas na música brasileira e clássica e prestaram homenagens aos 130 anos do nascimento de Heitor Villa Lobos e aos 500 anos do Movimento Protestante.

Independentemente da idade, os alunos soltaram a voz, demonstram segurança e boa postura diante do repertório de músicas, que incluiu A Lua, de Renato Rocha; A Paz, de Gilberto Gil e João Donato; Jesu, meine Freude, de Johann Sebastian Bach, entre outras.

“A audição efetivamente serve para cultuar o trabalho do semestre, dos ensaios, das aulas. Mas é também o momento de crescimento pessoal, humano, de busca da identidade cultural, do contato e da contemplação do belo”, afirmou. “Sinto-me um privilegiado por ser um instrumento, um pivô do crescimento dos alunos e por crescer e aprender com eles”, concluiu.

Musicalização

Crianças de 6 e 7 anos de idade da musicalização infantil encerraram a noite e a programação especial da ELM com três números musicais coordenados pelo professor Renato Souza. As apresentações foram de cacuriá, uma dança típica do Maranhão baseada na troca de olhar constante entre os participantes e acompanhada de música curta de poucas frases e perguntas e respostas.

Os números estimularam o canto, a dança e a cantiga de roda. Em determinado momento, as crianças dançaram com um pano colorido redondo com um buraco no meio. Conforme a música, cada um entrou e saiu do buraco e trocou de posição de acordo com as cores cantadas pelo professor.

“O cacuriá é muito conhecido no Maranhão, mas não em São Paulo. Daí fazermos esse resgate cultural. O curso de musicalização tem esse objetivo, assim como o de trabalhar coisas específicas, como flauta e canto. Ao longo do tempo, dá ao aluno a noção sobre o tipo de instrumento que mais gosta e no que poderá seguir”, afirmou Souza.

A escola

Com as apresentações, o semestre de atividades da Escola Livre de Música foi encerrado. A unidade fica na Rua Espanha, 720, no Jardim Rincão. O telefone para informações sobre vagas e eventos é o 4653 1084.​

__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com

Veja também