Prefeitura de Arujá
Meio Ambiente apura crime ambiental
18-08-2017
A Secretaria de Meio Ambiente de Arujá está apurando o corte ilegal de cinco árvores nativas na Rua Tomi Miura, no Sítio dos Fernandes. As espécies foram derrubadas em frente a uma área particular e o proprietário será notificado a prestar esclarecimentos.

A situação foi denunciada ao Meio Ambiente pelo administrador regional do Jardim Emília, Edson Larini. De acordo com ele, as árvores estão plantadas no local há pelo menos quatro anos. “Isso é uma maldade. São anos de cuidado, desde a plantação, jogados no lixo. As pessoas precisam ter consciência de que cada árvore a menos no mundo significa menos água e oxigênio. É um crime”, afirma.

Na manhã desta quinta-feira (17/08) a fiscalização da Secretaria de Meio Ambiente foi ao local dos cortes. O terreno fica ao lado de uma área da Prefeitura que também tem árvores plantadas, embora nenhuma tenha sido danificada. Após a vistoria, a primeira medida a ser tomada é a emissão de uma notificação solicitando que o proprietário preste esclarecimentos ou tome conhecimento do fato. Também será solicitada a construção de um muro em toda a propriedade.

Podar, cortar, danificar, derrubar ou remover árvores são atos proibidos em Arujá pelo Código de Posturas Municipal (Lei 1.176/96). O Decreto 4.315/2006 estipula multa de 1 mil Unidades Fiscais do Município de Arujá (UFMAs), o que neste ano representa R$ 3.060.

Denúncias podem ser feitas à Secretaria Municipal de Meio Ambiente, pelo telefone 4653 1845 e pelo e-mail meioambiente.sec@aruja.sp.gov.br, ou à Administração Regional do Jardim Emília, no telefone 4654 2280
__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com

Veja também