Prefeitura de Arujá
Escolas: Parceria levará prevenção bucal
12-09-2017
Uma parceria da Secretaria Municipal de Educação com a Universidade de Braz Cubas, de Mogi das Cruzes, está sendo firmada para a implantação do programa de saúde bucal nas escolas. Atualmente em fase de elaboração de projeto, a iniciativa deve ser colocada em prática entre este semestre e o início do ano letivo de 2018.

O assunto foi tratado em reunião do vice-prefeito e secretário de Educação de Arujá, Márcio Oliveira, e a coordenadora do curso de Odontologia da faculdade, Bianca Freo, em Mogi. Para ela, foram expostas as necessidades dos alunos matriculados na rede municipal de ensino, de receberem orientação e subsídios para prevenir a cárie e outras doenças relacionadas à higiene bucal.

“Nosso objetivo é garantir o desenvolvimento pleno dos alunos da rede pública, proporcionando inclusive ações de prevenção e promoção do bem estar, e para isso além da Universidade, também contaremos com o reforço da Secretaria Municipal da Saúde”, afirma o secretário.

Com estratégias pedagógicas e lúdicas, a equipe de universitários vai repassar orientações importantes para que as crianças desenvolvam a responsabilidade e a percepção da importância dos cuidados com a boca.

“Ao mesmo tempo em que proporciona aos acadêmicos de odontologia uma formação humanística, voltada essencialmente para a promoção de saúde nas comunidades escolares, a parceria irá contribuir para o desenvolvimento integral dos estudantes da rede pública de ensino, com ações relacionadas ao autocuidado em saúde bucal, as quais também vão envolver os pais”, disse.

Braz Cubas


O curso de Odontologia da Universidade Braz Cubas completa 20 anos de implantação em 2017. Neste período, formou mais de 670 profissionais e realizou mais de 118 mil atendimentos na Clínica de Odontologia. Atualmente, a universidade conta com 19 turmas nos períodos matutino e noturno, tendo 740 alunos matriculados.
__

Prefeitura de Arujá
Diretoria de Comunicação

(11) 4652 7719
comunicacao.aruja@gmail.com



Criado em 1997, o curso foi reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC) em maio de 2001.
Veja também