Prefeitura de Arujá
Audiência aponta investimentos em Saúde
27-05-2013

A Secretaria de Saúde de Arujá apresentou nesta segunda-feira (27/05), em audiência pública promovida na Câmara Municipal, o balanço de programas, ações e investimentos realizados pela Pasta no primeiro quadrimestre de 2013.

Durante este período de janeiro a abril, a Saúde recebeu investimentos da ordem de R$ 15.076.163,57. A aplicação exigida por Lei seria de R$ 8.454.884,13, ou seja, 15% do orçamento municipal. O total empenhado, no entanto, chegou a 24,94%, um investimento 9,94% maior que o exigido. 

Segundo a secretária municipal de Saúde, Clarinda Carneiro, os recursos foram aplicados principalmente na manutenção dos serviços. “A Secretaria tem se empenhado em administrar de forma coerente e, dentro das possibilidades, buscado melhorar o atendimento dispensado à população”.

Entre os objetivos atingidos nestes quatro primeiros meses está a implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), inaugurado no final de abril. “O Samu está em operação faz menos de um mês e a equipe já realizou 181 atendimentos”, salientou Clarinda.

Na ocasião, a secretária lembrou a importância da implantação do serviço: “O Samu veio reforçar o atendimento de urgência em Arujá. Além dele, continuamos contando com o transporte sanitário e com a MPA Remoções, que dão suporte fundamental aos pacientes do nosso município”.

Atendimentos

Durante a audiência, os profissionais da Saúde descreveram todas as ações realizadas de janeiro a abril de 2013, como as campanhas de vacinação e os programas de combate à Dengue, de monitoramento da qualidade da água, Viver Bem, de saúde bucal e de castração de animais.

O nível de atendimento nas unidades básicas de saúde foi mantido: a UBS Barreto realizou 9.280 atendimentos; UBS Jd. Emília, 6.390; UBS Mirante, 7.378; UBS Nova Arujá, 4.090; CSII, 7.467; e UBS Jd. Real, 813. Já no Centro de Especialidades Médicas foram registrados 10.051 atendimentos.

Além disto, nos primeiros quatro meses, o Pronto Atendimento Central prestou 37.361 atendimentos, enquanto 262 partos foram realizados na Maternidade Municipal. O PA do Barreto, por sua vez, teve um total de 17.920 atendimentos.

Os agentes comunitários de saúde fizeram, neste período, 10.450 cadastros de famílias, somando um total de 35.635 pessoas cadastradas. Já a assistência farmacêutica contabilizou gastos de R$ 362.627,61 na dispensação de medicamentos para as unidades básicas de saúde.

O serviço de remoção registrou 3.559 atendimentos de transportes ambulatoriais (média mensal de 1.186 pacientes transportados). Também foram contabilizadas 1.808 remoções em ambulância básica e 167 em ambulância UTI, feitas pela terceirizada MPA.

Estiveram presentes à audiência pública os vereadores Júlio do Kaikan, Castelo Alemão e Sebastião Lira (Paraíba).

Veja também