Prefeitura de Arujá
Guarda Municipal completa 22 anos
22-05-2018
Dezenas de pessoas e autoridades de Arujá e região prestigiaram nesta terça-feira (22/05) o evento de entrega dos certificados do curso de formação de armamento e tiro a 24 guardas municipais arujaenses. A atividade também marcou o 22º aniversário da corporação.

O curso realizado em parceria com Guarulhos e sem custos para a Prefeitura, é uma das etapas do processo de armamento da Guarda Municipal de Arujá, iniciado em 2017. A criação da Secretaria de Segurança Pública e Cidadã, convênio com a Polícia Federal, etapa atual, e a aquisição dos equipamentos, são as demais fases.

Participaram do evento o prefeito José Luiz Monteiro, o secretário de Segurança Pública, Carlos Roberto Vissechi e outras autoridades. Conforme ressaltou Monteiro, a valorização da Guarda foi um compromisso de governo assumido com a categoria.

“Esta corporação é um orgulho para a cidade. Estes homens e mulheres nunca faltaram ao município, mesmo com todas as dificuldades, e foi por isso que me comprometi com a evolução do trabalho de todos. Neste momento, estamos empenhados também na melhoria da frota”, afirmou o prefeito.

Já o secretário fez agradecimentos aos parceiros com os quais a corporação tem contado, como o secretário de Segurança pública de Guarulhos, Gilvan Passos, as Polícias Militar e Civil, além dos vereadores Abel Franco Larini, Ana Poli, Cristiane Araújo Pedro, a Cris do Barreto, Edval Barbosa, Edvaldo de Oliveira Paula, o Castelo Alemão, Edimar do Rosário, Gabriel dos Santos, Luiz Fernando Alves de Almeida, Paulo Maiolino, Rafael Laranjeira, Renato Caroba, Reynaldo Gregório Júnior, o Reynaldinho, Rogério Gonçalves, o Rogério da Padaria e Sebastião Vieira de Lira.

“Hoje temos mais de 20 guardas aptos a portar armas na cidade. Estamos agora trabalhando no convênio com a Polícia Federal para, na sequência, adquirir o armamento. A vontade do prefeito também é de que vocês tenham veículos novos para trabalharem com condições adequadas e oferecerem a segurança que a população tanto precisa e almeja”, afirmou Vissechi.

Conquista

Conforme explicou o comandante da corporação, José Carlos da Silva, este momento é histórico e muito aguardado. “Encontramo-nos com o prefeito, expusemos as necessidades e ele disse para fazermos nossa parte que ele faria a dele. Hoje é realmente muito difícil trabalhar desprotegido e por isso, o armamento, o curso e todo este processo são históricos”.

Presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Câmara, a vereadora Ana Poli também ressaltou a importância da Guarda para a cidade.

“Segurança pública se faz não com um, mas com vários aspectos. E este momento é resultado de um trabalho de união. Nós vereadores estaremos sempre à disposição”, disse.

Autoridades

Também participaram do evento o diretor-geral da Prefeitura, Joncy José da Silva, o secretário-adjunto de Segurança Pública, Evilázio Ferreira de Souza, os vereadores Castelo Alemão, Rafael Laranjeira, Paraíba Car, Luiz Fernando, Rogério da Padaria, Reynaldinho, Pastor Edimar, o secretário de Segurança Pública de Poá, Carlos Setsuo, o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais de Arujá, Miguel Latini, o subcomandante da Guarda de Guarulhos, Paulo Emilio Pereira Martins, o capitão da Polícia Militar de Arujá, Rodrigo Fernandes, o policial civil e professor de curso de tiro, Gustavo Marques, além do presidente do Conselho Municipal de Segurança (Conseg), Benedito Souza Ferreira, o Dito Maguila, entre outras autoridades.

A Guarda

A Guarda de Arujá possui efetivo de 37 servidores, sendo sete mulheres e 30 homens. Foi criada pela Lei Municipal 1.156, de 27 de dezembro de 1995, e tem como missão a proteção de bens, serviços e instalações municipais, conforme previsto no artigo 144 da Constituição Federal. Conta com comandante, subcomandante, quatro inspetores, cinco classes distintas e 28 1ª classe.
Veja também