Prefeitura de Arujá
Começam obras da sede do Pq. Ecológico
05-06-2018
Com investimento da empresa CF IV Logística em um projeto de prédio de três andares, com sala de exposições, auditório, palco de arena, banheiros com acessibilidade e lanchonete, as obras da sede do Parque Ecológico Jardim Fazenda Rincão foram lançadas esta terça-feira, 5 de junho, pelo prefeito José Luiz Monteiro, em evento da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

A obra da sede será executada após Prefeitura e CF IV Logística assinarem um Termo de Compromisso Administrativo (TCA). Ela consiste na primeira etapa do processo de revitalização completa do parque, que incluirá, na sequência, guarita de segurança, pistas de caminhada e patins, bicicletário, xadrez gigante, academia ao ar livre, quadra de areia, espaços kid's e de leitura, quiosque de descanso, orquidário e plantio de mudas nativas oriundas de processos de compensação ambiental. A expectativa é que todos estes equipamentos e áreas estejam concluídos no Dia Mundial do Meio Ambiente (5 de junho) de 2019.

Conforme contextualizou a secretária municipal de Meio Ambiente, Ionara Fernandes, o parque será um espaço urbano de lazer, prática de esportes e ações ambientais voltados ao uso da população.

“O parque é um sonho de 30 anos e o dia de hoje é o marco inicial de um projeto construído por muitos gestores e moradores, como o senhor Angêlo (Dorini) e dona Iracema (Carolina), que cuidam deste espaço por conta própria”, afirmou a secretária.

Durante a cerimônia, o secretário municipal de Planejamento, Juvenal Penteado, ressaltou que a implantação do parque faz parte do plano de governo do prefeito José Luiz Monteiro e que a sede faz parte de uma compensação oferecida pela CF IV, que constrói um centro de logística na cidade. “O custeio de R$ 1,5 milhão de investimento é totalmente da empresa”, disse.

Consciência


O prefeito arujaense fez questão de destacar que a entrega completa do parque à população será fruto do empenho de vários setores da administração e que o objetivo principal é resgatar a consciência ambiental das pessoas.

“Aqui nesta área havia até sofá velho jogado e em breve teremos um espaço para uso geral do povo de Arujá. A história mostra que o desenvolvimento do Brasil, desde a extração do pau-brasil, passando pelas queimadas de áreas para o plantio de cana de açúcar, o desmatamento para as plantações de café e a industrialização, foi feito sem preocupação ambiental. É por isso que ocasiões como estas devem ser valorizadas. Hoje temos uma equipe que trabalha com visão e compromisso com o futuro da cidade”, disse.

Monteiro ainda falou da importância de parcerias como a que permitiu a construção da sede do parque. “Temos um orçamento enxuto e, sem a participação de empresas como a CF IV faz aqui, é muito difícil o município tocar investimentos como estes”.

Acompanharam a cerimônia os vereadores Marcelo José de Oliveira, Ana Cristina Poli, Edval Barbosa Paz (Profº Edval), Reynaldo Gregório (Reynaldinho) e o assessor Jair, representando Sebastião Vieira de Lira (Paraíba Car). Na oportunidade, Marcelo parabenizou a administração pela iniciativa e destacou o apoio do Legislativo municipal.

Localização

A entrada do Parque Ecológico será na Rua Fenacita, na altura do número 500.
Veja também