Prefeitura de Arujá
Começa reforma da Escola Paulo Freire
18-06-2018
Com prazo de seis meses para serem concluídas, as obras de reforma da Escola Municipal Paulo Freire, no Parque Rodrigo Barreto, começaram nesta segunda-feira (18/06). O prefeito José Luiz Monteiro e vereadores acompanharam o início dos trabalhos. O investimento é de R$ 397.657,46.

Os serviços de troca do forro, piso, telhado e calhas, pintura e reparos em instalações elétrica e hidráulicas são um pedido recorrente de pais de alunos, equipe gestora, vereadores, além de ser um compromisso do prefeito arujaense. Outras unidades também estão passando por reparos.

Conforme explicou a secretária municipal de Educação, Priscila Sidorco, a unidade escolar atende atualmente 578 crianças nos turnos da manhã e da tarde e terá uma logística diferenciada durante as obras para evitar a dispensa de aulas.

O cronograma inclui a setorização da escola em quatro partes. “Com isso vamos tocar a obra por etapas. Então, serão feitos todos os serviços necessários em determinada área para só então partirmos para a outra parte. Assim conseguimos manter as aulas”, afirma a secretária de Educação, Priscila Sidorco.

Outra medida é a mudança no horário da unidade, que funcionará em três períodos: das 7 às 11 horas, das 11 às 15 horas e das 15 às 19 horas. Isso será possível por conta da redução de uma hora nas aulas do ensino fundamental, o que é permitido por lei.

“Tivemos uma conversa com os professores e todo mundo se sacrificou para a obra sair. Tem gente que vem de Biritiba Mirim e vai sair de casa às 9 da manhã e chegar às 9 da noite porque entende que a reforma é necessária há muito tempo”, disse a diretora da unidade, Dagmar Veronez.

Vistoria

Durante vistoria técnica realizada na tarde desta segunda, o prefeito José Luiz Monteiro ressaltou a necessidade da reforma. “É terrível uma escola, de certa forma até nova, estar neste estado. É uma reforma extremamente importante, assim como o projeto de acessibilidade e mobilidade que estamos desenvolvendo”, disse.

Também participaram da vistoria os vereadores Edimar do Rosário, o Edimar de Jesus, Marcelo José de Oliveira e Rogério Gonçalves Pereira, o Rogério da Padaria, o secretário adjunto de Obras, Flávio de Senço, o diretor técnico da Pasta, Waldir José Martins Soncini, e o diretor financeiro da Secretaria de Educação, Caio Araújo.

Para Edimar, a satisfação dos pais com os filhos estudando em uma escola organizada, limpa e bonita é fundamental. “Faz tempo que a escola precisava dessa reforma. Isso dá mais dignidade ao aluno e até mais vontade para estudar”, disse.

Já Rogério parabenizou a Secretaria de Educação e pediu atenção à segurança dos alunos, durante as obras. “Agora cada diretor e professor precisa ficar como fiscal, porque está aqui no dia a dia e são quase 600 crianças. Está tudo sendo feito da melhor forma e nós vamos acompanhar a garantia que a Secretaria deu, de que na ausência de professor, o substituto será enviado imediatamente. Os alunos não podem ser prejudicados”, disse.

As obras serão feitas pela Construtora Calafate.
Veja também