Prefeitura de Arujá
Dengue: Cuidados devem ser redobrados
07-02-2019
A Secretaria de Saúde de Arujá está alertando os moradores da cidade a contribuírem com ações de combate ao Aedes aegypti, transmissor de dengue, chikungunya e zika vírus. O Parque Rodrigo Barreto, com dois casos confirmados de dengue, é o centro das iniciativas de nebulização e bloqueio dos possíveis criadouros do mosquito.

No bairro, os agentes de Controle de Vetores estão removendo de quintais e terrenos objetos como pneus, garrafas e caixas plásticas, entre outros, que podem acumular água. A preocupação aumenta nestes dias com maior incidência de chuva, já que água limpa e parada é o cenário ideal de reprodução do mosquito.

As doenças transmitidas pelo Aedes aegypti podem levar à morte, mas são evitadas de maneira simples: basta o cidadão adotar ações que, no dia a dia, eliminam ou evitam a criação de criadouros do mosquito Aedes aegypti. Outro ponto fundamental é contribuir com o trabalho dos agentes, permitindo o acesso deles aos imóveis.

Denúncias de possíveis focos podem ser feitas ao Disque-Dengue (0800 788 8882), canal de comunicação com a Secretaria de Saúde, exclusivo para moradores de Arujá.
Veja também