Prefeitura de Arujá
Educação e Saúde têm os maiores investimentos
27-09-2013

Do total de impostos arrecadados nos meses de maio, junho, julho e agosto deste ano, Arujá investiu cerca de R$ 18 milhões em Educação e R$ 17 milhões em Saúde. A informação do Relatório de Gestão Fiscal (RGF) foi divulgada nesta sexta-feira (27/09), em audiência pública realizada pela Secretaria Municipal de Finanças na Câmara Municipal.

De acordo com os números apresentados aos vereadores Júlio do Kaikan, Reynaldo Gregório e Renato Caroba, presentes à audiência, neste período de quatro meses o município obteve uma receita de R$ 57.216.493,61. Já as despesas do poder executivo somaram R$ 47.626.266,00 no segundo quadrimestre do ano.

As aplicações nas áreas de Saúde e Educação ultrapassam as exigências da legislação. A Educação concentra 28,98% (acumulado) dos recursos aplicados – o obrigatório são 25%. Já na Saúde, onde a obrigatoriedade é de 15%, os investimentos somam 27,58% (acumulado) do total de impostos arrecadados.

Segundo a secretária de Finanças, Inês Rodrigues, as receitas de maior destaque nesses quatro meses foram as de transferência provenientes do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadoria e Serviço), cerca de R$ 18 milhões, e ISS (Imposto Sobre Serviço), aproximadamente R$ 7 milhões. Já o gasto com pessoal teve maior impacto na despesa, cerca de R$ 28 milhões.

Durante a audiência, vereadores apresentaram alguns questionamentos quanto às previsões para os próximos meses. “Ao longo do ano, a arrecadação sofre variações que são previsíveis por conta da cobrança de alguns tributos, como é o caso do IPTU. Podemos dizer, no entanto, que a arrecadação mensal vem cumprindo a previsão orçamentária”, comentou a secretária.

Veja também